segunda-feira, 21 de junho de 2010

A vida não para

Daqui a pouco tem prova. E outra. Depois reunião no trabalho, seguida da confraternização de São João (ó povo pra gostar de festa!). Tem uma pilha de roupa suja para lavar. E louça. O aluguel vence hoje. A conta bancária está negativa.
Preciso começar uma dieta, voltar para a yoga, parar de beber. Ter filhos, cachorro e marido. Cercas brancas e uma horta orgânica. Reciclar meu lixo, fazer trabalho voluntário.
E eu acordei sem querer, uma vontade louca de ficar na cama, mentindo para mãe que estou doente para que ela me libere de ir para a escola. Mas a escola acabou, a mãe está não mora mais aqui e eu preciso do emprego e do diploma. E de grana. E de mais tempo.
Me pergunto porque eu achava tão bonito ser gente grande.

2 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Olha só: http://borboletasnosolhos.blogspot.com/2010/03/matando-leoes.html

(só tenho coragem de sugerir assim, na cara de pau, porque é pra você e porque acho que vai gostar)

S. disse...

O texto é maravilhoso, como tudo que vc escreve, alias. Obrigada e abracinhos fofos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...