segunda-feira, 21 de junho de 2010

Solidão

Aí eu resolvo reagir. Liguei para uma amiga e marcamos. Vimos o jogo num bar cheio de gente. Azaro um cara, tava acompanhado e enamorado da minha segunda opção de cara para azarar em nossa gigante mesa. Ok, baby, sejam felizes.
Acaba o jogo, todo mundo de ressaca de ontem e eu a fim de bossa. Ligo e acabo numa festa cool com o amigo querido. Dançamos e o amor da minha vida de uns tempos atrás está lá. Susto. Desisto de zenzualizar no samba e saio correndo no meio da dança. Porque esta história tinha roído minha alma e eu tinha medo de mostrar a todos meu coração roto. O amigo querido vai comigo. Sanduiches e histórias depois num bar perto de casa. Eu tento trazer ele (o amigo querido) para minha casa e para minha cama. Ele é meu amigo e não aceita. E eu não presto. Deus castiga. Chego em casa, procuro e porra! perdi meu celular. Saio andando sem calcular riscos até o último lugar que estive. Nada. Volto para casa.
Então a solidão é isso?

2 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Isso, pra mim, é beleza feito letra. A solidão é não saber dizer nada disso, talvez...

S. disse...

Só vc lindinha para me fazer sentir bem nessas horas... Amo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...