terça-feira, 10 de maio de 2011

Fragilidade

A pseudo-fragilidade feminina é uma arma. Eu, que nasci (ou me tornei) despida dos encantos típicos de mocinha coitadinha e necessitada de cuidados, me fodo sempre. Até quando eu tento me vitimizar não me levam a sério.

Sei não... preciso de um curso com uma especialista que eu conheço, que não pode ir tirar uma nota fiscal de serviços no centro porque... bichinha, mora longe e tem filho pequeno.

Mas S. sempre pode, fofoletes. Sempre! Trocar pneu? Pegar três ônibus? Enfrentar fila de banco, cachorro bravo, sexo casual, becos escuros, porrada? Presente! Eu sou fuderosa!

Hoje meu segundo nome é mau-humor!

4 comentários:

Rafa disse...

"Deixa comigo" escraviza! As vezes, precisamos mesmo ser ladys, baby.

Bj

Menina no Sotão disse...

Mau humor hoje é meu apelido. aff
vamos dar as mãos? rs
bacio

Borboletas nos Olhos disse...

Tô com o Rafa.

Alexandre Henrique disse...

Ta aí um coisa que não tem remédio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...