quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Ponto

Tá, mudando um pouco de assunto (que já estou ficando obsessiva com esse negócio de aulas e afins), vamos falar de amor, paixão e essas coisinhas fofitchas e angustiantes.
Dia desses encontrei homem-zen. Foi bom estar com ele. Ficamos conversando deitados numa toalha de praia, tomando um solzinho de fim de tarde, se tocando meio sem-querer, sem compromisso de beijo nem de abraço nem de desejo, falando a língua arrastada e tranquila que é a de nós dois juntos.
Mas...
Quero mais não. Nem ele nem ninguém.
Considerem-me em greve. Fechada para balanço. Falida. Estou passando o ponto, amores e amoras.
Cansei minha beleza cacheada e serelepe.

Rezemos...

3 comentários:

Leonardo Xavier disse...

Se preocupa não S. que esse cansaço passa.

^^

Diego Uillee disse...

Olá, parabéns pelo teu blog. Textos muito requintados, concisos. Muito bom!!

Sou Diego Schaun, poeta e músico baiano. Meu blog é o www.diegoschaun.blogspot.com

Abraços, boa tarde!

Rafa disse...

Pegando folêgo entre uma paixão e outra,... (aff.. que cruel)

Bj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...