domingo, 7 de novembro de 2010

Nada

Eu estava grávida. Até hoje. Perdi meu filho e minha confiança no serviço público de saúde e na empatia que acreditava natural entre os seres humanos.
Comecei a sentir dor, um dia depois de passado o medo, finalmente ter rendido-me a alegria e espalhar a notícia para todos. Rindo.
Hoje fui para o hospital com J. A amiga-esposa não achou normal o sangramento. Nem a dor. No carro, sem acreditar que depois do meu sim, a natureza pudesse me negar algo, eu fiz promessas aos montes. Vãs.
A ironia é que também hoje, um pouco mais cedo, havia pintado mulheres grávidas aos montes e escolhi nomes para futuros.
Mas houve a dor e lágrimas. Esperas. E esperas. Mais. Até que uma mulher que não sabia meu nome, nem nenhum outro, nem minha história nem nenhuma outra, disse-me que não havia mais nada. Nem nome, nem história, nem espera.
Friamente.
Cruelmente.
E resultado nenhum vale mais que seu diploma. Amém, amém... Deuses todos eles. A atendente que queria saber minha profissão, o médico que viu a dilatação, o enfermeiro que mediu minha pressão. Deuses de pedra. E eu carne e sangue. E nada.

9 comentários:

Caso me esqueçam disse...

como eh que eh? Oo
se tu tava gravida e abortou, sem nem o que dizer! meu deus, mulher!
mas se nao foi o caso, que post do caraaaalho! :X

Caminhante disse...

S. que coisa triste. Não que eles pudessem mudar o fato, mas um pouco de empatia que fosse ajudaria a tornar as coisas menos difíceis. Saiba que estamos sentidos por você.

Leonardo Xavier disse...

S., tenho nem o que dizer... Espero que você fique bem. =(

Boderline disse...

Nem te conheço, e te sigo, e te admiro... e quase te amo... e te sentir triste, me deixa deveras triste... fica bem, viu... bjuuus no coraçao!!

Borboletas nos Olhos disse...

Minha linda, amanhã terei créditos no celular (vida de lisa é dureza). Te amo, como dizer mais? Bjs

Belos e Malvados disse...

Fique bem, querida. Um abraço.

preta_angela disse...

Meu amor linda, a muito nao leio seu blog e uma amiga me falou do seu ultimo post... lamento e sim sei como isso... e pois è nao preciso ficar rasgando seda e lamentando, so tuh sabes o que sentiu... eu tambem,, bjos estou aqui no elefante te esperando a hora que quiser bjos

Céu disse...

Não nos conhecemos, mas nos seguimos pelos blogs. Seus textos têm tamanha intensidade que quase vivo as suas histórias junto com você.
Fiquei realmente chateada.
Mas tudo passa. Sempre.
Beijos, beijos

Daniel Souza disse...

Falar o quê????

não era a hora? o tal lá de cima quis assim? ele sabe o que faz?

mta balela, o que importa é tua recuperação. e alguma espécie de certeza de que algo mudará.
são meus votos. e isso naõ faz diferença.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...