segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Amores

J. afirmou que as histórias contadas por ela tem sempre a mesma reação de minha parte. Repetidas vezes. Vivemos de rir juntas, pois. Amiga-esposa, I love you, xuxú! E vamos preservar as matas nativas (piada interna).
Depois de ebriamente e egoisticamente aconselhá-la numa mesa de bar a recomeçar do zero um blog qualquer, porque eu estava em processo de abstinência literária e não-literal, eis que ELA voltou, recuperou senha (roubada ou perdida?) e volta a me brindar com suas muitas vidas numa só. Amo muito tudo isso. Saúde, baby!
Cadê tú aqui na terrinha, sujeita? Amo também. E muito. Também.

4 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

A sujeita está juntando os trocados (agradeço doações, quem quiser fazer depósito pra uma borboleta viajante visitar uma S. saudosa, please, avisaaaaaa). No mais, tô doida pra rir também (deixa, deixa) juntinho de vocês duas. Posso ser a amante? Posso? Posso?

Rafa disse...

E o que seria da vida sem eles (os amores de todos os tipos), né não? Enjoy! Bj

Maria Izabelly disse...

não cabe em ti.
tanto amor.

bomestarcomtu!

á vc o meu melhor abracinho apertado...

Borboletas nos Olhos disse...

Mulher, aparece, até selo/desafio tem pra ti lá no blog. I love tu bem muito, ai ,ai ,saudade..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...