domingo, 24 de abril de 2011

Casa

Quero te mostrar o que em mim é verde e paz e sol e cheiro de flor e aconchego de rede.

Aqui tem um coração em que grilos cantam e borboletas e beija-flores zunem: você... você... você...

Tem promessa de delicadeza, de café e de vinho, de noites com luar e de dias com cafuné e sotaque.

Lençol quentinho.

Tem brisa, tem vendaval.

Por aqui quando chove brotam desejos.

Aqui mora aquela que dança descalça e despida de mentiras e roupas. Sem motivo algum ou apenas para comemorar a matéria de que é feita, sangue, ossos e excessos.

Aqui pinto as unhas, cato bondade, arranco mentiras e máscaras tal qual ervas daninhas.

É aqui que eu sou. Tua casa. Amor. Tua.

4 comentários:

Alexandre Henrique disse...

Que casa bonita S. . Parabéns desejo muitas felicidades pra vc.
A natureza é a essencia da propria natureza, é oque vejo por aqui. Beijões Alex.

Borboletas nos Olhos disse...

Nem tudo que reluz é ouro. Pode ser você ;-)

Marcantonio disse...

Bela casa. Onde ficará? Bela casa-texto. Bela casa interna.

Sara-cura disse...

Lindo.
Desejo de estar e tomar vinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...