domingo, 13 de fevereiro de 2011

Vida nada fácil

Foi por amor?

Bom, tava precisando mesmo de dinheiro. Mesmo. O dinheiro do antigo projeto não saiu, o outro trabalho de produção só em Maio (adiado again), o estágio na Casa das Artes encerrado. Enfim... desespero mode on.
Ainda tentei resistir e enfiei a cara na escrita de montes de outros projetos, mas nestes eu só ganho a grana (pela elaboração) quando e se eles forem contemplados no edital que participarem. Enfim... então...
Não, eu não comecei a rodar a bolsinha.
Mas Segunda vou conhecer a a escola onde começarei a dar aula. Isso mesmo, virarei professora novamente, quase quinze anos depois de desistir dessa vida.
Vou ensinar artes visuais.
Acabei lembrando de um episódio que uma amiga da universidade me contou. Ela foi fazer uma pesquisa sobre os professores de artes visuais nas escolas do município e perguntou a uma diretora:
- A Senhora tem professora de artes visuais no seu colégio?
- Não, aqui a gente não precisa disto não, não temos crianças com este problema.- respondeu a mulher enigmaticamente.
Foi só quando ela já estava saindo que entendeu. A sujeita achava que professor de artes visuais era aquele ensinava para crianças... cegas!

Rezemos...

6 comentários:

Lila disse...

vc sempre se reinventando. boa sorte!

Leonardo Xavier disse...

Eu acho que talvez ensinar crianças seja tão difícil, primeiro porque você tem que ser enérgico e segundo que você tem que procurar buscar explicar coisas complexas partindo de conceitos mais simples.

Ricardo Chicuta. disse...

Boa sorte em aguentar os pentelhinhos.
Lembro que minha primeira paixão foi pela minha professora da 1ª série.Mais era linda aquela mulher.

Alexandre Henrique disse...

Felicidades e boa sorte no emprego, bom aparece estória pra tudo aff ng merece, profissão complicada mas vale apena.

Menina no Sotão disse...

Amém.
Mas boa sorte com suas "crianças" e com a mudança de perspectiva que você poderá permitir. bacio

Rafa disse...

Eu deixei de dar aulas pro ensino médio há 2 anos jurando que nunca voltarei. Mas o que pode o orgulho contra o bolso minguante?

Sorte aí

Bj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...