quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Rachaduras

Caio Fernando Abreu

Paixão não é dos meus sentimentos prioritários no momento. Mas entre trocas de nomes enquanto quase dormia e pessoa distante para quem reapareci, ela desponta meio assim, escondida como flor vagabunda entre as frestas do concreto que usei em abundância para me proteger do avanço de florestas e ervas daninhas. Em mim.

2 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Bicha linguaruda, estava esperando você voltar pro mundo da net pra te dar selos, tem um esperando por você...Agora se não quer meu amor vou já leiloar que a liseira está enorme, hahahah

Marcantonio disse...

Muito bonito. Uma analogia perfeita pra algo que surge aos poucos e não à primeira vista.

Priorizar a paixão só se for como sonho e desejo, o que parece em vão, já que não dá para colocá-la na agenda.

Beijo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...