quarta-feira, 23 de junho de 2010

Lista das mulheres que gostaria que fossem minhas irmãs...e dos homens que Deus nunca permita tal coisa I

Essa “lista” foi uma idéia da borboleta mais amada desse mundo, que por sua vez se inspirou neste blog (que adotei a partir de hoje como indispensável na minha vida).
Comentando sobre sua linda coletânea de combustíveis para sonhos, afirmei convicta, que minhas “irmãs” seriam literárias enquanto meus “homens”, cinematográficos. Bom, quase nunca acredito no que digo. Então desconstruo essa primeira afirmação limitante, para que meus devaneios por si só, façam desabrochar os sentidos.
Comecemos, pois...
Minha irmã, a caçula mimada, seria a “Menina com um flor”. Linda e amada eternamente, com um ar recuado e gostando do doce feito com leite condensado. Vínicius, cunhado bonachão, providencial bebedor de uísque, já no fim de uma noite perfeita, me apresenta, na grande festa que compareci vestindo azul, à meu primeiro grande amor.
É Tom, no auge de sua beleza e bossa. Com ele perderia a virgindade (licença poética, ora pois!), os sentidos e a cabeça, enquanto isso, fazedor de mim, ele escreveria lindas músicas sobre passarinhos que cantam enquanto eu, sua amada musa dormiria o sono dos amantes.
Acordaria com Caio F. Abreu, que não é irmã, mas vale tanto quanto, a me dizer que eu seguisse o caminho que tivesse mais coração.
Sigo seus conselhos sábios regado à desespero, irmão maldito, e noite após noite procuramos algo que se desvanece quando chega-se mais perto. Um dia, enquanto esperamos que os morangos mofem, Janis Joplin, a irmã deserdada, nos faz uma visita.
Com ela vem Jim.
Morrison passa a me amar e eu a amá-lo. Muito. Enquanto o fogo arde, ele se torna mais filho que amante, e a morte por fim chega para ambos. No cemitério do Père-Lachaise, encontro minha irmã mais velha.
Piaf.
Ela me apresenta a Yves Montand, ele o homem, eu a mulher. Uma única noite com a dimensão de toda uma vida.
Piaf canta.
Paris é uma festa?
(Continua...)

5 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Borboletas nos Olhos disse...

Posso dizer o quanto estou encantada, posso, posso? Não há, não pode haver, mais bela lista. E pode haver maior clarividência? Sou sua irmã caçula, olhe cá a prova: http://borboletasnosolhos.blogspot.com/2010/03/uma-menina-com-uma-flor-salve-vinicius.html
E, melhor, não disputaremos - hoje - os homens que deus não permita...você com o Tom, eu sempre com o boêmio Vinícius.
Quanto ao cemitério, não há lugar mais aprazível nem mortos mais gentis. Nunca, nunca me canso e visitá-los e de lhes querer bem

Angélica disse...

você é louca!

Borboletas nos Olhos disse...

"Me dê notícias de você, eu gosto um pouco de chorar, (...) me leve um pouco com você, eu gosto de qualquer lugar..." ué, onde está você? A gripe piorou? Bjs preocupados

preta_angela disse...

E lindaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...